segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

DINAMICA AQUECIMENTO, ATENÇÃO, CONCENTRAÇÃO, RACIOCÍNIO LÓGICO, PERCEPÇÃO - A ALFANDEGA

OBJETIVO: Descontrair o grupo e exercitar a atenção, concentração, raciocínio lógico e percepção.
PARTICIPANTES: até 15 pessoas
TEMPO: de 15’ a 20’.
MATERIAL: não há.
DESCRIÇÃO: O facilitador explica ao grupo que farão uma viagem imaginária para ---- (escolher um lugar que seja de interesse do grupo), mas há limitação no que pode ser levado.  Ao passarem pela Alfândega será avaliado o que pode ou não ser levado. 
DESENVOLVIMENTO:
OBS: Antecipadamente o facilitador deve estabelecer o critério  para permissão de passagem pela alfândega, mas não revela ao grupo. Por expl: quem levar um objeto que o colega da direita possui ou objetos que começam com determinada letra, ou algo que tenha relação com a atividade para qual o grupo foi reunido. Para um grupo de executivos, objetos de escritório, união, cooperação. Para um grupo de evangelização, livros doutrinários, virtudes em geral, boas ações, etc.
1-    O facilitador pede para o grupo se dispor em círculo.
2-    Inicia a atividade, perguntando a cada um dos membros do grupo o que levará. Responde para cada um se pode ou não levar de acordo com o critério estabelecido. Podem ser feitas várias rodadas, até que todos percebam qual era o critério.
(Durante as rodadas, se alguém descobrir, pedir para que este não conte aos demais. A atividade só termina quando a maioria do grupo descobrir o critério para a permissão de passagem.

DISCUSSÃO:
O facilitador pergunta ao grupo:
- Como se sentiram durante a atividade?
- Qual era o critério para passagem.
- Como conseguiram perceber qual era o critério?
CONCLUSÃO:
Concluir que para perceber qual era o critério usamos:
- Raciocínio Lógico.
- Capacidade de Percepção, Concentração e Atenção.
Se essa dinâmica for aplicada para no início de um curso/ treinamento, pode ser um gancho para conseguir maior participação e adesão do grupo.
Lilian
 
Conheça e adquira nosso Livro Digital: Dinâmicas e Técnicas para Trabalhar com Grupos. Acesse nosso blog! www.dinamicaspassoapasso.com.br
Veja, tb: www.centrodenumerologia.com.br
Conheça nosso livro – Numerologia Básica.
Você poderá adquiri- lo em formato Digital ou Impresso: Acesse: http://centrodenumerologia.com.br/livros_10.html

Para conhecer nosso serviços acesse:
http://www.centrodenumerologia.com.br/nossosservicos_13.html

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

DINAMICA - A CARRUAGEM - Aquecimento,Prontidão, Concentração, Memória, Atenção. Treinamento de Métodos de Ensino p/ Instrtores/Professores em geral.



DINAMICA – A CARROAGEM


Obs: Essa atividade pode ser utilizada como aquecimento, para trabalhar prontidão, concentração, memória, atenção ou treinamento de métodos de ensino para instrutores e professores em geral.

OBJETIVOS:
1.Aquecer e deixar o grupo alerta para desenvolvimento de temas variados.
2.Treinar percepção, observação, concentração, atenção, prontidão, memória, conseguir entender e seguir regras.
PARTICIPANTES: até 15 pessoas
TEMPO: 15’ a 20” (varia de acordo com a quantidade de participantes. Essa estimativa de tempo contempla apenas a atividade de aquecimento. Pode-se aprofundar os vários temas do objetivo 2 e para isso há necessidade de mais tempo).
MATERIAL:
- História – A CARRUAGEM. (veja abaixo).
DESCRIÇÃO: O coordenador explica ao grupo que fará uma atividade para exercitar habilidades de prontidão, memória e concentração.
OBS: Se quiser atiçar a curiosidade do grupo dizer, apenas, que vai fazer uma atividade para que o grupo acorde.
DESENVOLVIMENTO:
1.O facilitador pede para que o grupo se disponha em circulo. Fala que contará uma história e que cada participante será responsável por um personagem ou algum objeto dela. (Veja a lista de personagens e objetos, abaixo). Se o grupo for muito grande poderá designar o mesmo personagem / objeto para mais de 1 participante. Pode, também, pedir que alguns sejam observadores. Por expl.: atribui a um participante o papel de cocheiro, a outro o passageiro magro, etc.
Assim que tiver distribuído esses personagens / objetos dá as instruções do exercício.
Instrução:Vou contar uma história e quando disser o personagem / objeto a que cada um foi designado este deve levantar e bater 1 palma. Mas quando eu disser Carruagem, todos devem levantar e bater palma.”  Por expl.:. Quando eu disser cocheiro a pessoa que ficou responsável por esse papel vai levantar e bater palma. Já quando eu disser Carruagem, todos levantam e batem palma.
2.Terminada as instruções começa a contar a história abaixo.
É bem provável que alguns vão se perder, não irão levantar em sua hora ou vou levantar em momento diferente. Faz parte do jogo e pode servir para embasar a discussão.
DISCUSSÃO:
Ao final da história o facilitador pergunta:
. O que acharam da atividade?
. Que dificuldades encontraram? Irão aparecer respostas como:
- Não consegui lembrar que tinha que bater palma em determinado momento, ficou tudo confuso, bati palma no momento errado, esqueci-me de bater palma, não percebi ou não escutei a palavra, fiquei muito ansioso e me perdi, não entendi o que era para fazer, etc.
OBS: Se muitos não conseguiram realizar a tarefa, repetir a atividade, agora podendo até escrever na lousa os personagens e objetos, explicar  mais pausadamente as instruções, se certificar com o grupo se entenderam as instruções, pedindo que alguns expliquem o que entenderam e corrigindo falhas que possam aparecer no entendimento.
Conclusões da atividade:
Concluir com o grupo que:
.Para conseguirmos realizar as atividades de modo efetivo, há necessidade que:
-As instruções devem ser passadas de forma, clara objetiva e pausada.
-Se não entendemos uma instrução precisamos perguntar e nos certificar que a entendemos.
-É importante praticarmos nossa prontidão, atenção e concentração. (É bem provável que na segunda vez o grupo tenha tido um desempenho melhor). Portanto praticar é muito importante.
- Fatores como ansiedade, vergonha, timidez, podem atrapalhar nosso desempenho e agilidade de resposta.
-.Que nosso desempenho depende, também, de nos preparamos para a atividade e focar nossos esforços para desempenhá-la da melhor maneira.

Você quer ter dinâmicas e Técnicas ao alcance de sua mão? Conheça e adquira nosso Livro Digital – Dinamicas e Técnicas para trabalhar com Grupos. Acesse nosso blog! www.dinamicaspassoapasso.com.br
Lilian
OBS: Essa dinâmica pode ser usada para treinar instrutores e professores, só que o enfoque da discussão deve ser métodos que facilitem a compreensão e retenção dos conteúdos, como:
-Os assuntos devem ser passados de forma clara e objetiva.
-É preciso se certificar que o grupo entendeu o conteúdo, para isso usar comunicação em duas vias (feedback)
- Poderia treinar a atividade antes. Ler a história antes de começar efetivamente o exercício, etc.

LISTA DE PERSONAGENS/OBJETOS

- cocheiro
- roda
- passageiro magro
- passageira
- menininho chorão
- banco
- porta
- mola (s)
- cavalo
- CARRUAGEM

HÍSTORIA – A CARRUAGEM

"A viagem estava atrasada porque o cocheiro estava consertando a roda dianteira da carruagem. O atraso o deixava cada vez mais irritado, e o passageiro magro andava de um lado para o outro enquanto a passageira acalmava o menininho chorão.

Quando a carruagem ficou pronta, o velho cocheiro apressou-se em fechar a porta e tirar o capim do cavalo, para iniciar a viagem da carruagem.

O passageiro magro acalmou-se e até sorriu para o menininho chorão que, agora todo feliz, fazia ranger com seus pulos as molas do banco da carruagem.

A carruagem iniciou a viagem puxada pelo cavalo enquanto a passageira sorria para o passageiro magro. Mas, de repente, o cavalo tropeçou, o banco inclinou, a porta se abriu e o cavalo se assustou, obrigando a carruagem a parar para consertar a mola do assento e a roda que havia se soltado novamente da carruagem"
.
 

Postagens populares