domingo, 2 de fevereiro de 2014

EXERCÍCOS DE AQUECIMENTO - TREINANDO O CÉREBRO – Parte II





Antes de abordarmos mais exercícios para treinar o cérebro, gostaríamos de fazer algumas considerações:

1-     Como esses exercícios podem ser usados por qualquer pessoa é preciso que o sentido de julgamento e crítica sejam colocados de lado. Se não conseguir fazê-los é preciso não desanimar e sim persistir, pois a prática é que vai fazer com que o desempenho melhore.

2-     Como tivemos pessoas que viram o blog dizendo que usariam essas técnicas com um parente, pais, etc, precisamos reforçar que, se optarem por usá-los, sejam pacientes, atenciosos e reforçadores para que não estressem a pessoa que está sendo submetida a esses exercícios e que também não as frustrem.

3-     Na utilização com idosos os cuidados descritos anteriormente devem ser ainda maiores, pois com a idade há certos decréscimos nas capacidades cognitivas e motoras ou ainda há a presença de doenças incapacitantes. Nesse caso além dos cuidados de não se irritar com a pessoa, reforçá-la, ter paciência, etc., é preciso perceber se o idoso apresenta alguma dificuldade maior. Se aparecerem maiores dificuldades é aconselhável que se consulte um especialista. Não há cura comprovada para doenças como Alzheimer, Parkinson, etc., mas há tratamentos que retardam bastante os prejuízos cognitivos, motores e comportamentais.

Então vamos aos exercícios. A base de todos eles é desenvolver novas capacidades e habilidades e sair da rotina que gera comportamentos automáticos e por isso pouco uso das capacidades cerebrais. Em todos os exercícios a capacidade de atenção, concentração e foco são muito importantes.

1-     Tomar banho com os olhos fechados ou com a luz apagada. (Ajuda a desenvolver mais os sentidos e aspectos sensoriais, melhorando capacidade auditiva, tato, etc.).

2-     Fazer tarefas com a mão que usa menos. (Reforça a atenção e melhora o controle e habilidade motora).

3-     Variar os trajetos, tanto para ir ao trabalho, como para ir à missa ou a casa de parentes, ou outro lugar que esteja acostumado a ir, etc. (Ajuda a melhorar a atenção e o sentido de localização, senso de direção, etc.).

4-     Andar de costas ou para os lados.( Ajuda no aperfeiçoamentos da capacidade de visão espacial, motora, senso de direção, equilíbrio, etc.).

5-     Mudar os objetos de lugar na mesa de trabalho, na cozinha, quarto, etc. (Exercita a memória, atenção, capacidade de organização, capacidade de fazer associações para lembrar etc.).

6-     Tentar descobrir os ingredientes que compõe o prato que está comendo. (Aguça o paladar, o tato, a percepção, etc.). O sentido de paladar é muito importante, principalmente para idosos, pois é um dos sentidos que mais perdem daí serem avessos a comer, beber, enfim se alimentarem adequadamente.

7-     Quando ler uma palavra, pensar em outras cinco que comecem com a mesma letra. (Mantem e amplia o vocabulário, e exercita a memória).

8-     Ler no dicionário uma palavra nova a cada dia e tentar usá-la nas conversas.  (Novamente amplia o vocabulário e melhora a capacidade de expressão).

9-     Memorizar a lista de compras do supermercado, lista de afazeres, listar os membros da família, amigos, netos, etc. (melhora o sentido de organização, memória, capacidade verbal e de escrita, etc.)

Esperamos que aproveitem bem!!!

Abraço,

Lilian

      Veja, tb: www.centrodenumerologia.com.br

Postagens populares